Saiba como funciona a tabela Fipe para carros usados

Na hora de comprar e vender veículos, os interessados na negociação podem ter dúvidas com relação à precificação. Nesse aspecto é que entra a tabela Fipe para carros usados.

Essa tabela é um parâmetro desenvolvido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para avaliar o mercado de automóveis. Entenda melhor como essa variável é encontrada e como ela ajuda os consumidores!

O que é a tabela Fipe

A tabela Fipe mostra os preços médios dos veículos no mercado brasileiro, de acordo com algumas características. O parâmetro considera, por exemplo, o ano de fabricação, a região em que o veículo está, o estado de conservação e até a cor. Esses fatores são aqueles que podem influenciar um consumidor na hora da compra.

A Fipe apura os valores de veículos utilitários, a partir do ano modelo de 1985. Para microônibus e caminhões, o levantamento considera desde 1981. Já para motos, triciclos e quadriciclos, são analisados veículos a partir de 1990.

No caso dos caminhões, a Fipe apura apenas o valor do chassi cabine de cada modelo e versão. Também é importante dizer que os preços levantados são para pagamento à vista.

Desse modo, os dados da Tabela Fipe refletem uma média de preços cobrados pelos vendedores. Ou seja, você pode encontrar veículos mais baratos ou mais caros, dependendo das condições deles ou até da cidade.

Como os preços são calculados

No caso dos carros semi novos e usados, a Fipe pesquisa o quanto os vendedores estão cobrando pelos carros. A partir disso, ela exclui os valores muito altos e muito baixos. Assim, é possível chegar à média de preços.

São desconsiderados automóveis desenvolvidos para vendas especiais, como aqueles para frotistas e veículos transformados. A Fipe também não considera modelos em fase de teste, de fabricação própria ou de importação independente. Portanto, o parâmetro só calcula os carros que realmente são vendidos e comprados no mercado.

É importante notar que os valores da Fipe servem de referência. Ou seja, se um modelo estiver valendo R$ 35 mil pela tabela, não significa que o comprador irá comprar por esse preço. Talvez ele encontra por R$ 32 mil ou por R$ 38 mil. Nesse sentido, o parâmetro ajuda a ter uma noção sobre o mercado.

Se um veículo custa R$ 35 mil pela tabela Fipe, por exemplo, o comprador pode não julgar interessante comprá-lo por R$ 45 mil. Nesse caso, vale a pena tentar negociar o preço.

Como a tabela Fipe pode ser usada

A tabela Fipe pode ser acessada de duas maneiras, pelo site oficial e por um aplicativo. Para fazer a pesquisa, o interessado precisa preencher algumas informações. A primeira delas é o mês de referência, ou seja, em qual data o consumidor deseja saber o preço. A busca só pode ser feita retroativamente até janeiro de 2001.

Depois, é necessário inserir qual a marca do veículo sobre o qual deseja a informação. A Fipe possui dados de mais de 90 marcas que atuam no mercado nacional.

A partir da escolha da marca é que o consumidor pode digitar o modelo. Por fim, a ferramenta solicita o ano modelo. Se o usuário já tiver um código Fipe, a busca é feita com o período de referência e o ano modelo.

É importante salientar que, apesar do parâmetro Fipe ser muito útil, ele não substitui a pesquisa de mercado. Como dito, esses valores refletem apenas uma média e estão de acordo com o uso médio de um automóvel (12 a 15 mil quilômetros) por ano. Por isso, é importante pesquisar para encontrar carros bons e baratos para comprar.

Tabela Fipe no seguro

Além das vendas de carros usados e novos, a tabela Fipe também é usada pelas seguradoras para cobrar por esse serviço. Assim, essa estatística ajuda o proprietário a ser indenizado de maneira justa — caso seja necessário.

Vamos supor que um motorista contrate um seguro no começo do ano e alguns meses depois sofra um roubo. Nessa situação, a seguradora deverá pagar o valor referente ao mês atual e não ao que o serviço foi contratado, pois o veículo mudou de preço.

Ao procurar uma seguradora, o consumidor terá à disposição algumas opções de seguro. A indenização pode ser de até 110% do valor da tabela Fipe, sendo que assim vale mais a pena do que os 100%. Em caso de acidente ou roubo, o motorista estará melhor resguardado.

Utilize a tabela Fipe para carros usados e compre já o seu automóvel na Seminovos Movida. Nós garantimos a qualidade dos veículos que vendemos. Aproveite!

Deixe uma resposta