Potência do motor: o que saber antes de comprar um carro

A potência do motor é um dos aspectos mais importantes a serem avaliados ao comprar um carro. Para muitos motoristas, é ela que define se um veículo vale ou não a pena.

Além de entender melhor o que é a potência, você deve considerar as suas necessidades. Assim, poderá fazer a melhor escolha. Entenda melhor o que é essa e outras grandezas relacionadas com o motor!

O que é a potência?

A potência consiste na capacidade que um carro tem de atingir a velocidade máxima. Para se ter uma ideia, a Ferrari 812 Superfast pode chegar a 100 km/h em 2,9 segundos, pois possui 800 cavalo-motor (cv).

Porém, os veículos comuns costumam ter cem cavalos. O Hyundai HB20 de 2017, que é um dos modelos mais populares da atualidade, tem 80 cavalos. Ele vai o 0 ao 100 km/h em 14,6 segundos.

Quase todo mundo acredita que quanto mais cavalos um carro tem, maiores são as explosões e, consequentemente, a potência dos veículos. Mas isso não é mais uma verdade. Existem técnicas de sobrealimentação capazes de extrair mais força dos motores.

Portanto, há carros 1.0 turbinados que podem ter mais potência do que os propulsores de antes. Por esse motivo, é importante analisar todos esses aspectos do veículo.

O que é o torque?

Engana-se quem pensa que só deve observar a potência do carro. O torque também é um aspecto muito importante, pois está relacionado com a força do automóvel.

Para entender melhor esse conceito, imagine alguém manuseando uma chave de boca para girar um parafuso. Basicamente, o torque é essa força aplicada à ferramenta para fazer com que o objeto gire.

No carro, o torque consiste na força que faz os pistões subirem e descerem, fazendo com que haja impulso. A medida dessa força é dada em quilograma-força-metro (kgfm) ou em Newton-metro (Nm).

Quando o carro tem força mas baixas rotações, significa que é ágil. Porém, se há pouco torque ou se ele está concentrado em altos giros, o automóvel demora mais para sair da imobilidade ou reagir ao acelerador.

Relação potência e torque

A força máxima do torque costuma aparecer em um ponto entre 2.800 e 4.000 rpm. Já a potência total é alcançada entre 5.000 e 6.500 rpm.

Conforme o motorista vai aumentando as marchas, ele faz com que o motor tenha que aumentar os giros. Nesses momentos é que a potência é sentida. Se, ao esticar as marchas o carro ganhar velocidade facilmente, significa que tem uma boa potência.

Como avaliar o motor

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é o torque e a potência, vamos pensar como avaliar o motor. A primeira pergunta a se fazer é por onde o carro andará a maior parte do tempo.

Se a ideia for usá-lo na cidade — e dificilmente em regiões de serra — considere um motor 1.0, ou seja, com 1.000 cilindradas. Mas se desejar algo mais potente, pode ter ótimos benefícios com o motor 1.4.

Os motores 1.6 e 2.0 são ideais para quem está sempre na estrada, passando por diferentes tipos de superfície e precisa de agilidade. Porém, é importante destacar que quanto mais cilindradas, maior é o consumo de combustível.

No que diz respeito à potência e ao torque, eles costumam estar combinados. Exceto nos carros esportivos que valorizam mais a potência enquanto os SUVs têm grande torque porque precisam vencer obstáculos.

Observe todos esses aspectos na hora de pesquisar o seu carro. Aqui, na Seminovos Movida, você encontra carros mais e menos potentes, com baixo e alto torque. Escolha aquele que mais atende às suas necessidades!

Deixe uma resposta